MANTENEDOR

Região Metropolitana

NOVO HAMBURGO

Novo Hamburgo é a maior cidade do Vale dos Sinos, umas das regiões mais promissoras do Estado, com forte potencial econômico. Possui o 5° maior PIB do Rio Grande do Sul, mais de 3 mil indústrias e 7 instituições de ensino superior. A origem a cidade está diretamente relacionada a sua localização estratégica, no caminho dos tropeiros, em um entroncamento entre a serra, o mar e a capital da então província de São Pedro, Novo Hamburgo nasceu e se desenvolveu. 

Situada a apenas 40 quilômetros de Porto Alegre, possui uma ampla rede hoteleira, com instalações confortáveis e modernos centros de eventos, restaurante com culinária regional e internacional, e uma excelente estrutura e equipamentos turísticos. Novo Hamburgo é um dos 14 municípios que integram a Rota Romântica, passagem obrigatória para quem visita a serra gaúcha.


Gastronomia, compras e entretenimento:

Novo Hamburgo tem de tudo, para todos os gostos. Da comida caseira até as mais requintadas tendências da cozinha internacional. Da comida asiática ao tradicional galeto italiano. Da culinária alemã até o churrasco gaúcho. As tradicionais casas de chá também fazem parte do roteiro gastronômico. Descubra cada um dos sabores de Novo Hamburgo.


Pólo couro-calçadista

Conhecida como Capital Nacional do Calçado, Novo Hamburgo não é apenas um polo produtor, mas um centro de desenvolvimento tecnológico e de informação para o setor coureiro-calçadista. Eventos de caráter nacional e internacional, como a FENAC, a FIMEC e a Courovisão, antecipam tendências de cada estação, atraindo milhares de visitantes, lojistas, importadores e profissionais da área.

Para empresas e profissionais do setor coureiro-calçadista, o calendário de eventos da FENAC Feiras e Empreendimentos Turísticos representa um passo à frente no desenvolvimento de novas tecnologias, matérias-primas e componentes para calçados, acessórios, vestuários e artefatos.

Para quem busca variedades de produtos com preço de fábrica, Novo Hamburgo desenvolveu um nicho específico na área coureiro-calçadista: a venda a varejo direto de fábrica. Nestes centros de compras, o consumidor pode adquirir marcas comerciais famosas por preços muito mais acessíveis. A Rua Magalhães Calvet reúne aproximadamente 35 lojas nesse estilo, além de outros centros de compras espalhados pela cidade.


Turismo

O destino oferece diversas atrações turísticas, entre elas estão: o Monumento ao Sapateiro (obra do artista Flávio Scholles), que homenageia os operários das fábricas de calçado, principal atividade econômica do Município; o Monumento ao Imigrante, construído em 1927, em comemoração ao centenário da imigração alemã; e o Monumento à Bíblia, que é uma homenagem à universalidades de credos, religiões e correntes religiosas (obra do artista plástico Marciano Schmitz).

Há também o Roteiro Religioso, onde a busca espiritual e a apreciação da beleza arquitetônica dos templos espalhados pela cidade são boas razões para percorrê-lo. Os espaços que podem ser visitados são: Igreja Evangélica da Ascenção; Catedral Basílica São Luiz Gonzaga; Santuário das Mães; Igreja Nossa Senhora da Piedade; Igreja Evangélica Três Reis Magos; Igreja Católica São José de Lomba Grande Igreja Evangélica de Confissão Luterana; Roteiro Histórico Cultural - Centro histórico de Hamburgo Velho; Casa Schmitt- Presser; Museu de Arte Scheffel; Fundação Ernesto Frederico Scheffel. 


Patrimônio Imperial

Patrimônio cultural imaterial de Novo Hamburgo, os coros são uma das heranças deixadas pela colonização alemã. Alguns grupos se reúnem há décadas, mantendo uma tradição que chegou aqui há mais de 180 anos. Expressões culturais como a dança e o teatro também fazem parte do cotidiano da cidade. O centro de cultura e o Espaço Albano Hartz acolhem artistas e espetáculos culturais.


Turismo Industrial

Novo Hamburgo não é apenas um polo de produção de calçados. Há  vários anos, o Município se projeta como centro de inteligência do setor coureiro-calçadista. Além de cursos na área de modelagem, a cidade oferece mão-de-obra qualificada  e tecnologias para o setor. Instituições como o SENAI e o IBTEC recebem visitas sistemáticas de profissionais, que buscam conhecer o sistema de produção e os últimos experimentos da área, em particular as novas tecnologias empregadas em componentes para calçados.

Uma expressão deste pioneirismo é que Novo Hamburgo sedia as duas mais importantes entidades do setor: a Associação das Indústrias de calçados (Abicalçados) e a Associação das Empresas de Artefatos para calçados (Assistencal).


Mais informações em: www.novohamburgo.rs.gov.br

Fonte: Prefeitura de Novo Hamburgo - Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo


CANOAS

Distante 13,5 quilômetros de Porto Alegre, Canoas tem área de 131 quilômetros quadrados e população de 323.827 habitantes, conforme Censo do IBGE de 2011. O município é um dos polos industriais mais importantes do Brasil, com o segundo maior PIB do Rio Grande do Sul, atrás apenas de Porto Alegre, e 25º entre todas as cidades brasileiras. 

A economia canoense baseia-se em serviços, comércio, indústria da transformação e logística. A expansão imobiliária do município é crescente. Canoas tem localização privilegiada, a 8 quilômetros do Aeroporto Salgado Filho, com acesso pelas BRs 116, 386 e 290 e pela BR-448, a Rodovia do Parque. Os usuários de transporte coletivo dispõem do trensurb e de linhas de ônibus intermunicipais.sobre todos os bens naturais existentes sobre as áreas concedidas.

Gastronomia, compras e entretenimento:

Uma ampla rede gastronômica oferece centenas de opções aos visitantes, com churrascarias, galeterias, buffets, frutos do mar, cozinha chinesa, japonesa e comidas típicas de outros estados brasileiros, além de pizzarias e fast food para atender especialmente o público jovem. As alternativas de compras também são diversificadas em shopping e centros comerciais. O Brique do Corvo, aos domingos, no Parque Getúlio Vargas, oferece artesanato e produtos típicos. A rede hoteleira dispõe de cerca de 1.500 leitos.

Algumas ruas tiveram importância crucial na formação da cidade, como a antiga Rua da Praia (atual Rua dos Andradas), que se chama assim inicialmente pelo fato de margear o Lago Guaíba, antes do aterro feito para a contenção de enchentes e para a construção do Cais do Porto atual e a Rua do Arvoredo (atual Rua Fernando Machado).


Lazer ao ar livre:

 A cidade tem 113 praças oficiais e dez áreas públicas com equipamentos de lazer. Nos parques municipais Getúlio Vargas e Eduardo Gomes, canoenses e visitantes têm estruturas ideais para prática de esportes, descanso, convivência e eventos artístico-culturais. No Getúlio Vargas, está instalado o Minizoo. Cinco bibliopraças e dois biblioparques funcionam nesses locais. 

A Praia do Paquetá, no Rio dos Sinos, é tradicionalmente frequentada por apreciadores da natureza. No Parque Municipal Getúlio Vargas, há o Relógio Biológico, com plantas e horários indicados para ingestão dos chás, no período do dia em que o órgão doente  está potencializado.


História preservada

Canoas preserva seu patrimônio histórico. Cinco prédios já foram tombados: a antiga estação de trens, a Casa dos Rosa, a Villa Mimosa, a Villa Nenê, a Casa Wittrock, o prédio da Prefeitura e a igreja matriz de São Luiz Gonzaga. A Casa das Artes Villa Mimosa, inaugurada em junho de 2012, é um centro cultural com atividades permanentes. Outros locais atrativos para visitantes são o pórtico, o "túnel verde" e a capela do Unilasalle, a capela da Ulbra e o Arquivo e Museu Histórico Hugo Simões Lagranha.